Praticar yoga tónico numa sala aquecida a 40 graus. Aceita o desafio?

Jean Pierre de Oliveira começa este mês a dirigir aulas de hot yoga tónico no espaço Yoga Live Academy, em Lisboa. O professor luso-francês adaptou ao ambiente de uma sala aquecida a 40 graus o programa de treino que desenvolveu e que associa diversas formas de yoga ao trabalho corporal, combinando posturas psicofísicas e exercícios respiratórios. O resultado? Mais energia, melhor performance física, maior conhecimento do eu. Numa palavra: bem-estar.

As aulas têm a duração de 1h30 e decorrem todas as quartas-feiras, entre as 19h30 e as 21h00. Os preços variam entre os 30 (uma aula) e os 40 euros (duas aulas). Porque o ambiente da sala aquecida é mais exigente em termos cardiovasculares e musculares, Jean Pierre desintensificou a sequência de yoga tónico que criou, acrescentando um breve aquecimento com um respiratório de enraizamento – Dirga Pranayama – e um respiratório de concentração e equilíbrio – Anuloma Viloma – bem como novas posições. «Dei-me conta que a versão original poderia ser demasiada intensa para praticantes ocasionais e para práticas em condições mais exigentes», diz-nos Jean Pierre. «Era necessário tornar a prática mais alcançável», explica.

Queimar entre 600 e 900 calorias

O hot yoga melhora o condicionamento físico e a flexibilidade de quem o pratica e ainda ajuda a tonificar, a queimar calorias (entre 600 a 900 calorias por uma aula de 1h30), a eliminar toxinas, a aliviar o stress e a aumentar a capacidade de concentração. Mais calor, mais suor, mais vantagens. Jean Pierre explica: «O corpo quente fica mais flexível e os alunos conseguem executar as posturas com mais facilidade». Mas há mais: «a circulação é ativada, ajuda na pressão arterial, tornando-se possível expandir a respiração». E aliás por isso que o hot yoga é tantas vezes recomendado a quem tem problemas respiratórios, como asma. Este exercício é recomendado também para quem tem algum tipo de lesão no joelho, coluna ou pescoço.

Um passo de cada vez

A modalidade já existe há cerca de 40 anos, mas vem ganhando cada vez mais adeptos nos últimos anos. Para quem está a começar, é preciso ir devagar. Jean Pierre alerta: «Na primeira aula, se o aluno conseguir ficar o tempo inteiro dentro da sala já é uma vitória». Ajuda se ingerir alimentos ricos em potássio, cálcio e magnésio para que a perda intensa do suor não desequilibre o organismo.

a152c8_41ec9da2f4d14c07adb3bd00b477dcc9.jpg_srb_p_889_592_75_22_0.50_1.20_0.00_jpg_srb

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: