Slow Living Yoga

O Blogue dos Yogis que vivem na cidade.

Professor de Yoga, uma carreira possível em Portugal?

Deixe um comentário

Jean-Pierre de Oliveira tem sido pioneiro na divulgação do yoga e sua consolidação como atividade profissional em Portugal, alinhando os seus padrões de  ensino aos da maior associação do mundo do Yoga.

O curso de professores de Hatha Yoga de 200 horas da Yoga Spirit, dirigido por Jean Pierre de Oliveira, é reconhecido e certificado pela maior associação de yoga do mundo, a Yoga Alliance USA. E a próxima edição já tem data marcada: 21 de Outubro. Inscrições através do info@yoga-spirit.pt.

Para Jean Pierre, o reconhecimento é uma vitória. «Este selo de qualidade eleva a formação da Yoga Spirit à primeira linha das escolas de yoga mundiais, subindo os seus padrões de ensino e atestando da sua  qualidade e seriedade», defende. A certificação internacional garante também aos alunos uma melhor qualificação para o mercado de trabalho internacional. Com ela, poderão dar aulas em todos os centros de yoga mais reconhecidos no mundo. Estão associados à rede da Yoga Alliance mais de 40 000 professores e 3 000 escolas.

O curso da Yoga Spirit caracteriza-se pela sua abordagem prática. «Podemos transpor estas ideias para a nossa vida e quotidiano, tal como ensinado no Bhagavad-Gita, a ‘bíblia’ Hindu», explica Jean Pierre. As aulas têm lugar um fim-de-semana por mês, no estúdio de Xabregas , em Lisboa. Entre as 10 e as 17 horas de sábado e de domingo, num total de 12 horas no decorrer dos 10 meses da formação. As sessões incluem um módulo teórico e outro prático. Os alunos devem ainda praticar um mínimo de duas horas de yoga por semana. E Jean Pierre oferece a todos os inscritos participação gratuita em qualquer uma das aulas que dirige de segunda a sexta-feira

O programa, segundo parâmetros do Yoga Alliance

Os conteúdos programáticos são os exigidos pela Yoga Alliance. As 200 horas dividem-se em quatro módulos: filosofia do yoga (30 horas); práticas intensivas de Asanas fundamentais e variantes (100 horas); metodologias de instrução sobre vocabulários em sânscrito, técnicas de meditação, gestão de grupos e ajustamentos verbais (35 horas); e anatomia e biomecânica do corpo (35 horas).

A formação prevê ainda trabalhos de casa para todos os participantes. E Jean Pierre recomenda a prática de Hatha Yoga, em regime de Karma Yoga: em ONGs ou outras organizações de solidariedade social.​

Professores de yoga, uma carreira possível?

A comunidade de yogis em Portugal está a crescer. Para uns, é a sua práctica enquanto exercício físico (e só) que convence. Mas para muitos o yoga é um estilo de vida e os exercícios físicos que associamos à disciplina (as asanas) são apenas um dos muitos pontos em que se sentem envolvidos pelo yoga. E se esta disciplina pode ser um estilo de vida, porque não pode ser também uma escolha profissional? E se lhe dissemos que já é?

A decisão não é fácil, mas há quem a tenha tomado. Para Jean Pierre de Oliveira, 2015 foi o ano da grande mudança. É professor de yoga há quase dez anos, mas só neste ano é que tomou a decisão de ser ‘apenas’ professor de yoga. Para trás, ficou uma carreira de quase 20 anos na área do marketing, com cargos de gestão em empresas como a Gillette, Ballentine’s, Intermarché, E.Leclerc e Aki/Leroy Merlin. «Sinto-me grato e feliz por ter escolhido este rumo», confessa. Mas sabe que a mudança que procura nunca termina, por isso todos os dias insiste na decisão que tomou. «É um processo demorado que pode levar uma vida, já que se trata de um caminho rumo a aceitação e ao bem-estar, neste corpo físico, aqui e agora», acrescenta.

Gestores holísticos

«Lidar com o dinheiro costuma ser o maior obstáculo à nossa espiritualidade», comenta Jean Pierre. E quem diz dinheiro, diz todas as questões logísticas que estão inerentes à gestão de um negócio. Sim, porque é disso que se trata, quer trabalhe para uma academia, quer abra o seu espaço. «Somos gestores holísticos», define o professor. É preciso gerir emails, responder a telefonemas, fazer (e cobrar) pagamentos e, claro, desenvolver capacidades de organização. Nada de novo, certo? A ‘complicação’ está em conciliar esse lado materialista do negócio com o lado mais espiritual do yoga. Ou estará?

A gestão dessa incompatibilidade variará de gestor para gestor. Para o Jean Pierre a solução é uma e é simples: «não vivemos desligados do mundo em que nos inserimos, pelo contrário. É melhor não nos preocuparmos com o teor espiritual das nossas obrigações ligadas as transações financeiras comuns, mas agir sempre de forma consciente (auto observação e contacto com o nosso Eu) sendo assim, um ser espiritual. O material é inerente ao espiritual. Um não existe sem o outro», remata.

Começar pelo princípio

Comece por uma formação intensiva de um fim-de-semana. Pratique todas as semanas um pouco. Converse com outros yogis. Estude os Yoga Sutras de Patanjali e leia mais sobre o assunto.

Depois, experimente fazer um retiro. Se sentir que está no caminho certo, prossiga para o próximo passo: um curso. Invista numa formação mínima de um ano. Para garantir qualidade, procure formações com certificação da Yoga Alliance (https://www.yogaalliance.org/) ou dirigidas por instrutores certificados pela reputada associação. E prepare-se para uma profissão que está sempre a reclamar-lhe atenção, sempre a reclamar que aprenda a fazer mais e a fazer melhor. Só depois pode começar a exercer. A exercer e a inspirar outros a fazer o mesmo. «Primeiro mudamos nós, depois muda o mundo à nossa volta e depois, se tivermos sorte, mudamos o mundo», lembra Jean Pierre.

Curso de Professor de Hatha Yoga 9ª edição – 2017/2018

A próxima formação de professores de Hatha Yoga dirigida por Jean Pierre de Oliveira já tem data de arranque: 21 de Outubro. As aulas terão lugar no seu estúdio de Xabregas, em Lisboa, com a regularidade de um fim de semana por mês ao longo de 10 meses, até Julho de 2018. A participação no curso requer igualmente uma prática regular de asanas (um mínimo de duas horas semanais), supervisionada por um professor experiente, em paralelo com aulas intensivas aos fins de semana. As pré-inscrições já estão abertas. Informe-se através do email info@yoga-spirit.pt.

Sobre Jean Pierre de Oliveira

Certificado pela Yoga Alliance EUA, Jean-Pierre de Oliveira começou o seu caminho no yoga há quase 10 anos. Às formações com alguns dos maiores nomes do yoga internacionais, soma participações em reconhecidos eventos e seminários nacionais. Mentor do projeto Yoga Spirit, que fundou em 2009, orgulha-se de ter ensinado alguns dos professores de hatha yoga mais promissores de Portugal. Identifica-se com uma abordagem informal e natural à filosofia do yoga, que procura adaptar ao quotidiano de quem o pratica. Tem um estúdio de yoga em Xabregas, dá aulas diariamente e dirige uma comunidade de yogis na Mouraria (agora nos Anjos) que conta já com mais de 100 participantes.


*A b
ibliografia perfeita, segundo Jean Pierre

– Yoga Sutras de Patanjali
– The Yoga Practice Guide, vol 1. & vol 2., por Bruce Bowditch
– The Yoga asana Index, por Bruce Bowditch
– Hatha Yoga Illustrated, por Martin Kirk & Daniel DiTuro
– Lights on Yoga, por B.K.S. Iyengar
– Hinduísmo, por Cybelle Shattuck
– Bhagavad Gita

_DSC2620

Autor: Jean-Pierre de Oliveira

Master teacher | Functional Hatha & Yin Yoga Founder | YogaSpirit Studio Lisboa Consultant | Yoga Lifestyle influencer Writer | Media Content Creator www.yoga-spirit.pt/eventos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s